Telefones

  • Belo Horizonte - (31) 4042-1734
  • Brasília - (61) 3090-0028
  • Campinas - (19) 3090-1436
  • Curitiba - (41) 4042-1825
  • Fortaleza - (85) 4042-1817
  • Porto Alegre - (51) 4042-1893
  • Rio de Janeiro - (21) 3090-9243
  • São Paulo - (11) 3090-0609
  • Whats App - (11) 96406-7589

Câmbio

  • Dolar - 3,96
  • Euro - 4,45

Dicas & Infos

Sobre países que não exigem visto para brasileiros, clique aqui.

EUROPA HORÁRIOS COMERCIAIS / MUSEUS


 

Bancos - Os bancos normalmente funcionam das 8h30 às 13h00 e das 14h30 às 15h00 e podem ficar abertos até as 17h30 nas quintas-feiras em muitos países, mas fecham aos sábados, domingos e feriados. Fora dos grandes centros, os bancos podem fechar para o almoço por uma hora ou duas.

Lojas - O horário de funcionamento das lojas na Europa também varia. Geralmente, a maioria das lojas abre às 9h ou 10h, exceto padarias e farmácias. Em alguns países, as lojas geralmente fecham por uma ou duas horas ao meio-dia e reabrem até às 18h - 20h, com exceção das lojas de departamentos. Nos países do Mediterrâneo, onde a tarde pode ser abafada e janta-se tarde, as lojas geralmente fecham ao meio-dia e reabrem mais tarde. Aos sábados, o horário de funcionamento é geralmente mais curto que durante a semana. É comum o horário de funcionamento ser reduzido aos domingos, ou então nem abrir. O horário fora das grandes cidades geralmente é mais restrito. Padarias e bancas de jornal são exceções; você sempre consegue encontrar uma aberta, seja qual for o dia da semana!

Museus - O horário de funcionamento dos museus varia de um país para outro. De maneira geral, eles fecham um dia por semana, geralmente segunda ou terça-feira. Alguns ficam abertos até bem tarde em uma noite da semana.

Restaurantes - Muitos restaurantes na Europa funcionam até tarde, geralmente até por volta da meia-noite, principalmente nos finais de semana e nas cidades grandes. Os estabelecimento que servem café da manhã abrem por volta das 7h ou 8h.Se quiser ir a algum restaurante em particular, telefone com antecedência e faça uma reserva. Do mesmo modo – principalmente se você estiver com sua programação apertada – antes de programar uma visita, verifique na internet ou por telefone o horário de funcionamento daquele museu ou loja que você não quer deixar de visitar.

 

COMPRAS NA EUROPA

Comprar presentes e lembranças durante as férias é inevitável. Faça render ao máximo seu orçamento descobrindo os mecanismos de restituição de impostos antes de partir. Cada país tem um cardápio de produtos típicos que valem o gasto, passei entre uma loja e outra e encontre produtos com a sua cara para comprar. E deguste as especialidades da Europa, com uma diversidade cultural que influencia diretamente nas compras. Algo menos visíveis nos Estados Unidos, por exemplo, onde há uma padronização de leste a oeste. Alguns outlets podem se encontrados nas grandes cidades como o maior da Europa, Freeport nos arredores de Lisboa, a cadeia Chic Outlet Shopping, em Londres, Paris, Madrid, Barcelona, Milão, Bruxelas, Frankfurt, Munique, Dublin, que têm uma proposta uma proposta atraente para os brasileiros que viajam pela Europa. O conceito de Chic Outlets é funcionar como um verdadeiro destino turístico, contam com cafés, restaurantes, e traslado desde o centro da cidade onde se localizam. As grandes marcas de luxo estão presentes nessas unidades, como: Burberry, Dior, Prada, Armani, Boss, Dolce e Gabanna ou Givenchy, etc.

Os visitantes internacionais podem solicitar o reembolso de impostos sobre as suas compras na Europa. Para isso é preciso guardar os recibos, preencher formulários e apresentar as mercadorias para os oficiais da alfândega no aeroporto.

Restituição do VAT - A maioria dos países europeus aplica um imposto sobre o valor de mercadorias (VAT) sobre as vendas. A taxa varia de país para país, mas a média é cerca de 20% do valor total. O imposto geralmente já está incluído no valor final do produto. A taxa varia em função da categoria do produto; em alguns países, a taxa é maior para artigos de luxo, como joias, e menor para itens básicos, como alimentos. Os viajantes que residem fora da UE podem solicitar o reembolso do VAT sobre as mercadorias adquiridas. O reembolso não se aplica a serviços como quarto de hotel ou refeições em restaurantes. Pergunte sempre nas lojas se elas fazem parte do programa de reembolso de VAT e quais são os requisitos do país para ser reembolsado. Geralmente, é preciso gastar uma quantia mínima por loja, que varia de 18 a 265 Euros.  Os comerciantes normalmente colocam o logotipo “Tax Free Shopping”  nas portas para facilitar a identificação. Embora o procedimento varie de país a país, você geralmente precisa preencher um formulário na loja e apresentar o seu passaporte. Após a sua partida definitiva da UE, você deve apresentar todos os formulários e os recibos à alfândega do aeroporto para serem aprovados. Eles podem pedir para ver as mercadorias, então leve tudo na sua bagagem de mão. Os Souvenirs Shopping itens devem ser novos e sem uso. Às vezes, o vendedor efetua o reembolso no momento da compra. Ainda assim, é preciso guardar e apresentar toda a papelada à alfândega. O mesmo é válido para as mercadorias que serão entregues na sua casa. Em alguns casos, você pode receber o reembolso no aeroporto antes de embarcar; caso contrário, ele chegará via correio ou pode ser creditado em seu cartão de crédito. Ao viajar para os países europeus que não fazem parte da UE, você deverá passar por esse processo toda vez que sair de cada país. Para evitar a burocracia, também é possível utilizar os serviços de empresas como a Global Refund e Euro Refund.

Compras duty free - Apesar da abolição das compras duty free dentro da UE em 1999, ainda é possível encontrar bons preços nos free shops dos  aeroportos. Você geralmente verá dois preços indicados, um para os viajantes dentro da Europa e outro para os de saída da UE. Lembre-se de que se está viajando dentro da UE, você não poderá aproveitar dos mesmos benefícios fiscais quando viajar para destinos fora dela, exceto em certos itens. Portanto, é melhor fazer suas compras grandes pouco antes de partir da UE.

Lembrete - Tax free refere-se à possível eliminação ou reembolso dos impostos cobrados pelo país em que você comprou a mercadoria. Duty free refere-se à quantidade de determinadas mercadorias que podem ser trazidas de volta para o seu país sem pagar as tarifas normais impostas a essas mercadorias pelo país.

 

CLIMA NA EUROPA:

Com uma sombrinha, uma capa de chuva com forro removível e uma boa malha extra, você está preparado para a maioria das variações do clima europeu, mas é sempre bom se informar sobre o clima do seu destino antes de partir. Não é nenhuma surpresa que o clima varia bastante de um lugar para o outro na Europa. De maneira geral, as correntes na costa atlântica amenizam as temperaturas extremas na costa ocidental. No entanto, o clima em alguns países maiores pode variar bastante, tanto com relação à temperatura como aos outros fatores climáticos, como chuva, vento e neve. Um lembrete importante para quem vem do hemisfério sul: as estações na Europa são invertidas! Dividindo o continente pelos Alpes, o verão no Norte é moderado, enquanto que o Inverno é frio e úmido. Ao Sul, o Verão é quente e seco, e o inverno úmido e frio. Uma regra geral é que quanto mais alto, mais frio. O Norte da Europa possui um clima temperado e agradável graças à Corrente do Golfo. O Inverno geralmente é rigoroso, com temperaturas médias abaixo de 0°C na região mais ao Norte. O Verão é mais agradável, com temperaturas que raramente ultrapassam os 26°C. No Verão, sol é visível 24 horas por dia nas regiões mais ao Norte. É lá também que é possível apreciar a famosa aurora boreal, de Setembro a Março. A Europa central e oriental possuem Verão temperado e fresco, com temperaturas em torno dos 25°C e Invernos frios, nublados e úmidos. Essa área apresenta quatro estações bem marcadas, cada uma com o seu charme característico. A Europa ocidental é conhecida por seus Invernos mais suaves, com frentes frias ao Leste e pancadas de chuva no Oeste. O Verão é moderado e mais fresco em direção ao Norte. Por fim, o Sul da Europa e a Europa Mediterrânea são ensolaradas durante a maior parte do ano. O Inverno é geralmente moderado, enquanto que o Verão é quente e seco, com alguma chuva no Outono e Primavera. Os países europeus medem a temperatura em graus Celsius, exceto a Grã-Bretanha, onde se usam os graus Fahrenheit. Para converter graus Celsius em Fahrenheit, dobre a temperatura e adicione 30. Por exemplo: 20°C = 20 + 20 + 30 = cerca de 70°F.